Presidente destaca importância do setor em seminário sobre desenvolvimento do varejo

O seminário foi conduzido pelo consultor especialista em administração e gestão Marcos Lima.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (SINDIPETRO-PB), Omar Aristides Hamad Filho, participou no último dia 13, em João Pessoa, de um importante evento que celebrou um convênio envolvendo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Sebrae Nacional para a execução do Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo (PNDV), que engloba um conjunto de ações que tem como objetivo a melhoria do ambiente de negócios do varejo por meio da proposição e disseminação de políticas públicas, além do fortalecimento da representatividade do setor.

O SINDIPETRO-PB representa o segmento varejista de combustíveis e integra a Câmara de Dirigentes Logistas, tendo assento no Conselho Representativo da entidade.

O presidente Omar Hamad também participou do Seminário de qualificação de lideranças do Sistema CNDL, iniciativa voltada ao aperfeiçoamento de lideranças para a gestão eficiente de suas entidades, com destaque para as estratégicas de estruturação das demandas do varejo na agenda governamental.

De acordo com Omar, o varejo é um setor importante para o desenvolvimento econômico e social de cada município, estado e para nosso País. “Isso porque é um setor que desenvolve inovações, gera empregos e renda”, destacou.

O seminário foi conduzido pelo consultor especialista em administração e gestão Marcos Lima. Lançado em outubro do ano passado, o PNDV foi desenvolvido com o objetivo de melhor o ambiente de negócios e acelerar o desenvolvimento de vantagens competitivas no setor varejista. Tudo isso por meio da identificação, proposição e disseminação de Políticas Públicas e do fortalecimento das lideranças do setor.

Serão realizadas ações em todas as regiões do país, atingindo mais da metade dos estados. O projeto prevê a realização de quatro tipos de eventos para: elaboração de propostas de Políticas Públicas para o desenvolvimento do varejo; disseminação de propostas para o desenvolvimento do varejo e articulação junto aos atores políticos locais; propagação de ferramentas tecnológicas inovadoras e articulação do tema junto ao poder público local e qualificação de lideranças empresariais e dirigentes do Sistema CNDL para melhoria do ambiente de negócios do varejo e estruturação das demandas do setor na agenda governamental.

Ao final do projeto terão sido investidos R$ 3,5 milhões, valor destinado, principalmente, à organização de eventos com líderes e dirigentes lojistas e à criação de políticas públicas para o setor.

A CNDL é responsável por 30% do valor do convênio e os outros 70% ficam a cargo do SEBRAE. A aplicação dos recursos é de responsabilidade da Confederação, de acordo com as necessidades de cada estado que será beneficiado com a parceria das duas instituições.